CARTAS DE FÁTIMA

Mais que um fenômeno mediúnico, uma "chave", para uma verdadeira Filosofia de Vida.

As Cartas de Fátima consolam, a experiência esclarece e muitos sentem o desejo de continuar estudando e abrindo suas consciências para o Criador.

LOCALIZAÇÃO

Casa de Fátima (RJ)

Paulo Transini, 36.

Sepetiba, Rio de Janeiro - RJ.

- Quartas: 17:00

- Sábados: 15:30

LINK´S
  • Youtube
  • FACEBOOK
  • Grupo do Facebook
RECEBA AS NOVIDADES
- Clique no link abaixo e se inscreva!

© 2019 por Casa de Fátima

Além da morte. Psicografia de Cruz e Sousa.

September 27, 2015

Além da morte
 

​​
Há na discrepância do austo claro
Além das vísceras, terra e escuridão
Uma inefável luminosidade que abraça mansidão
Na certeza sólida de um porvir áureo

Há além das profundezas da cova suja
Uma profícua luz que atravessa a cátedra
Rarefeita, cândida e que amálgama
A sensata medida para que da lei não fuja

Sem dúvida irão redarguir
Os lábios falsos que prolifera a pseudo-razão
Eis que ao morrer, não voltas mais a sorrir

Porém, vos asseguro que no porvir
Estarás liberto do peso da carne em putrefação
E serás tu mesmo e não terás chances de fingir.

Cruz e Sousa.

Médium Fernando Ben
- Carta recebida dia 27 de Setembro na Pinheira, Palhoça. SC.

 

 

Breve Biografia do espírito comunicante

 

João da Cruz e Sousa nasceu em 24 de novembro de 1861, em Florianópolis (SC). Era filho de ex-escravos e ficou sob a proteção dos antigos proprietários de seus pais, após receberem alforria. Por este motivo, recebeu uma educação exemplar no Liceu Provincial de Santa Catarina. Além disso, o sobrenome Sousa é advindo do ex-patrão, o marechal Guilherme Xavier de Sousa, o que demonstra o afeto do mesmo para com os pais do futuro autor.

Apesar disso, Cruz e Sousa teve que enfrentar o preconceito racial que era muito mais evidente na época do que é hoje em dia. No entanto, isso não foi pretexto para desmotivá-lo, uma vez que é conhecido como o mais importante escritor do Simbolismo.

Foi diretor do jornal abolicionista Tribuna Popular em 1881. Dois anos mais tarde, foi nomeado promotor público de Laguna (SC), no entanto, foi recusado logo em seguida por ser negro.

Depois de algum tempo no Rio Grande do Sul e após enfrentar represália para não sair de sua terra natal por motivo de preconceito, o autor fixa residência no Rio de Janeiro, onde trabalhou em empregos que não condiziam com sua capacidade e formação.

É então, em 1893, que publica suas obras Missal (poemas em prosa) e Broquéis (poesias), as quais são consideradas o marco inicial do Simbolismo no Brasil que perduraria até 1922 com a Semana de Arte Moderna.

 

Fonte: http://www.brasilescola.com/literatura/cruz-sousa.htm

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Prestação de Contas em Pelotas - RS

September 23, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

September 15, 2019

Please reload

Arquivo